Filters
Idioma
Pesquisa

Realidade Aumentada - Schneider

Em termos gerais, o custo médio de uma falha num Data Center ultrapassa os 7.000 euros, uma quebra de 35 minutos no Facebook signifi ca perder cerca de 800.000 euros e por cada dois minutos de paragem numa fábrica de automóveis produz-se menos um carro. Num ambiente extremamente competitivo, as paragens na produção e falhas dos sistemas tornam-se bastante críticas. A tudo isto acrescentamos o lançamento contínuo de novas tecnologias, cujo conhecimento implica um investimento importante de tempo, dinheiro e pessoal. O acesso ao conhecimento especializado é um fator crucial e bastante solicitado pela maioria das empresas, e é como resposta a essa necessidade, que tem desenvolvido e aperfeiçoado serviços de apoio remoto com os melhores especialistas, projetado para infraestruturas de tecnologia avançada, bem como para ambientes críticos, tais como Data Centers, indústrias de processo e/ou centrais elétricas.

Através da realidade aumentada, tanto um técnico local, como um qualquer outro especialista ou um grupo de especialistas de diferentes áreas podem visualizar em tempo real a intervenção na instalação, fornecendo todas as especificações necessárias ao técnico que está a intervir. Este tipo de intervenção reduz drasticamente os tempos de ação, uma vez que não é necessário deslocar o especialista e permite que equipas multidisciplinares operem em conjunto sobre a mesma intervenção. Além disso, os riscos e os custos são minimizados. São disponibilizados simuladores e ambientes de teste em laboratório que podem reproduzir a instalação na qual estão a intervir em total segurança.

Os serviços de realidade aumentada com apoio técnico fazem parte da primeira fase de serviços inteligentes e avançados que estão a ser desenvolvidos. É um serviço em contínua evolução que introduz quase em tempo real os mais recentes desenvolvimentos tecnológicos e todo o seu potencial. Como parte dessa evolução, são trabalhadas soluções baseadas em Inteligência Artificial para prever possíveis falhas nas instalações, potenciando a manutenção preditiva.

Artigo por:
António Varandas
Marketing & Business Development Industry Manager, Schneider Electric

in Revista Zembe